1-L: Econômico e Caro

Ein-Liter-Auto

Ein-Liter-Auto

Bem que poderia ser um carro popular, mas o projeto é tão avançado que seu custo disparou e o público-alvo é outro. Erro de projeto ou estratégia de marketing?

A Volkswagen avançou nos conceitos e apresenta o carro supereconômico que roda 100 kilômetros com apenas 1 litro de combustível. Isso mesmo. É um novo significado para o termo “eficiência em desempenho” com autonomia de 378,2 km com apenas 3,79 litros de combustível, ou seja, 1 litro para cada 100 km.

Para alcançar tal façanha, a Volkswagen caprichou nos cálculos aerodinâmicos, eficiência energética e peso de todo o conjunto. Assim, o microcarro que tem sua cabine de carbono em formato de projétil pesa tão somente 299 kg (peso total), cuja aerodinâmica visa obter o menor coeficiente de atrito: 0,16. Na sua caixa de transmissão de seis marchas figuram bloco de magnésio, parausos de titânio e engrenagens ocas. As rodas de 16″ são de fibra de carbono. O volante em magnésio pesa apenas 454 g. A carroceria é principalmente de magnésio. Como os materiais empregados são especiais quanto à resistência e peso numa outra estrutura chamada “monodobra”, sem chassis, tudo indica que os custos caiam dos atuais US$ 55.000 para algo em torno de US$ 8.000 somente lá por 2012.

Tudo indica que o seu lançamento ficará para 2010 após longos e bem planejados 3 anos no desenvolvimento do carro.

O carro-conceito tinha uma máquina de um cinlindro a diesel produzindo 8,5 hp, enquanto que o de série será com turbodiesel de dois cilindros, resultando claro em mais economia de combustível.

Em Um-litro você vê câmeras de vídeo em vez de retrovisores e o caroneiro fica atrás do motorista para economizar espaço. Freios anti-travamento, controle de estabilidade e airbags. Tão seguro que pode disputar corridas, pois tem tubos internos resistentes a colisões.

E deve alcançar velocidade máxima de 120 km/h, dentro de todos os padrões aceitáveis de emissão de CO2.

De modo geral, o projeto toma todo o cuidado na escolha do materiais empregados em cada componente, conjugando eficiência, funcionalidade, peso, consumo de combustível e ecologicamente correto.

Ein-Liter

Ein-Liter

O combustível usado no protótipo é bem aceito na europa, no mundo desenvolvido em geral, mas no Brasil, carro desse porte a diesel, mesmo que seja híbrido, será que vão aceitar? Vamos torcer…

E o custo, quando que vai ser produzido para o povão, ou mesmo um carro do povo, como preconiza a Volkswagen.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: